19/12/2017

A oportunidade de Deus

Quem, algum dia, já não se deparou com uma situação diante da qual se sentiu
absolutamente impotente? Nada podia ser feito, nenhuma palavra podia ser dita,
nenhum gesto faria qualquer diferença! Nesse momento, só nos restou uma certeza: Só a
intervenção de Deus para mudar aquela situação. Como conhece a nossa alma e sabe
dos nossos limites, só Ele pode invadir os segredos do nosso ser, e ajudar-nos a transpor
os vales sombrios que às vezes precisamos atravessar.
Na frágil trajetória da nossa vida, há momentos tão difíceis que, se Deus não nos
tomar pela mão, ficaremos prostrados; se Ele não tocar nosso coração, ninguém
conseguirá consolar-nos. Sem a força que dEle, seria impossível nos erguer do caos,
ficaremos cambaleando, com passos trôpegos pelos corredores da vida.
Muitas pessoas têm dificuldades de reconhecer suas fragilidades, e resistem a
buscar o auxílio do Altíssimo. No entanto, depender de Deus não é sinal de fraqueza,
mas o testemunho de fortaleza interior. Crescemos quando estamos perto do Pai, e nos
fortalecemos à sombra da Sua presença.
Feliz a pessoa que pode dizer, a qualquer tempo: “Agora, só Deus”! Ninguém se
basta. Reconhecer os limites é sinal de grandeza e de humanidade. Diante das
impossibilidades humanas, clamar por Deus é semear a vitória; é construir pontes por
entre as nuvens nebulosas do sofrimento, e vislumbrar novas cores, novos horizontes.
Na verdade, algumas experiências da vida não podem ser vivenciadas sem a
ajuda de Deus, como a dor do luto, a solidão por um amor findo, o medo do amanhã, a
sensação do abandono, o fim de um sonho, e tantas outras experiências dolorosas que a
vida nos reserva. Para encará-las e vencê-las, só com Deus!
Algumas pessoas, quando olham para trás e veem os desafios que enfrentaram e
as lutas que venceram, e percebendo os muitos livramentos que tiveram ao longo da
vida, têm a certeza de que não fora a mão de Deus as protegendo, concedendo forças
para lutar e coragem para não desistir, jamais teriam vencido na vida. Tais pessoas
colocam a mão no peito e dizem com voz de triunfo e gratidão: “Foi Deus”!
Diante de tantas incertezas e das contingências ao nosso redor, quando tudo
parecer perdido, humanamente sem solução, não há por que entrar em desespero.
Lembremo-nos da promessa bíblica: Se Deus é por nós, quem será contra nós? O
Senhor é a esperança que nos mantém vivos, e a Sua força é a razão de seguirmos
vivendo, apesar das tempestades, das lágrimas e das provações.
Sendo assim, reconhecer nossos limites é abrir os braços para o socorro do
Altíssimo. Tinha razão William James, pensador inglês, quando afirmou: “O limite o
homem é a oportunidade de Deus”!